A Mulher Maravilha terá mais de 5 mil anos em Batman vs Superman

Cinema

A Mulher Maravilha terá mais de 5 mil anos em Batman vs Superman

A revista Empire publicou na sua última edição uma matéria especial sobre Batman vs Superman: A Origem da Justiça, com foco na participação da Mulher Maravilha não só no longa, como também no seu vindouro filme solo.

Três envolvidos com a produção comentam a presença da heroína nos cinemas: Zack Snyder, diretor do filme; Gal Gadot, intérprete da Mulher-Maravilha; e Deborah Snyder, produtora do Universo DC nos cinemas.

Eis o que cada um falou sobre a personagem:

Zack Snyder: “É incrivelmente orgânica a maneira como a Mulher-Maravilha entre na história. O conceito todo era de ‘não vamos guardar nada pra depois, vamos tentar tudo’. Então a entrada da Mulher-Maravilha na história nos fez perceber como estávamos mais perto da Liga da Justiça do que pensávamos. Nós percebemos que estávamos só a um filme de distância”.

A revista explica que, no universo de Batman vs Superman, a Mulher-Maravilha tem mais de 5 mil anos de idade e que ela deixou de ser uma super-heroína há muito tempo quando o longa começa. Gal Gadot comenta sobre isso e sobre o porquê dela ter parado de proteger o mundo:

Como ela já viu de tudo, ela viu o que os humanos podem fazer, então é muito difícil pra ela voltar e lutar. [A Mulher-Maravilha e seu alter-ego, Diana Prince] tem a mesma atitude, mas quando ela está como Diana, ela tenta se misturar mais, não se exibe tanto. Não quero que as pessoas pensem que ela é perfeita, ela pode ser malvadinha“.

A produtora Deborah Snyder pega esse gancho e fala sobre como a personagem será utilizada em seu filme solo, principalmente nessa época de primavera das mulheres e uma nova (e forte) onda de feminismo se espalha pelo mundo:

A sexualidade dela faz parte do seu poder, mas ela também é um ícone feminista. Gênero é algo em voga no momento, então estamos no momento ideal para trazê-la de volta. A maneira como nós abordamos a personagem faz uso da sua sexualidade, especialmente no seu filme solo. Olhando pra trás e fazendo um filme de origem – e um filme de época – nós podemos ver o papel das mulheres através da história. Há uma grande fonte de humor nisso, tanto que nem dá pra começar a sondar o quanto. Nós podemos fazer um comentário social e ainda se divertir no processo“.

Mulher Maravilha estreia nos cinemas em 2017.

Continuar lendo
Publicidade
Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Deixe seu comentário!

Mais em Cinema

To Top