Mundo Podcast

Cine Holliúdy | Crítica

Cine Holliúdy é o Cinema Paradiso da caatinga. Halder Gomes retrata de forma genial a pureza da cultura nordestina e todo o seu amor pela sétima arte.

29ago2013
Cine Holliúdy | Crítica

Inspirado em suas memórias de infância, nas divertidas sessões de cinema no interior do Ceará, Halder Gomes (Diretor/produtor/roteirista) conseguiu retratar de forma genial a pureza da cultura nordestina e todo o seu amor pela sétima arte. Com um senso de humor único dos cearenses, Cine Holliúdy é o Cinema Paradiso da caatinga.

A história do filme nos remete à década de 70, quando a chegada da TV no interior do Ceará colocou em xeque as salas de cinema das pequenas cidades. Mas um herói, chamado Francisgleydisson (Edmilson Filho), resolveu lutar para manter viva sua paixão pela sétima arte, com muita criatividade e o bom humor cearense.

Cine Holliúdy é uma ode ao cinema, repleto de homenagens aos filmes chineses de artes marciais e westerns italianos da época em que tudo o que importava pra nós era que o “artista podia até levar umas porrada, mas no final tinha de vencer o cabra do mal”. O filme é recheado de referências a diversos filmes clássicos através das histórias contadas pelo Francisgleydisson ao seu filho (Joel Gomes) e esposa (Miriam Freeland), bem como nas cenas em si, repletas de participações especiais de artistas e comediantes locais, alguns deles reconhecidos em todo o Brasil.

Cine Hollidy elenco Halder Gomes Destaques Críticas de filmes Cine Holiúdy  Cine Holliúdy | Crítica

Totalmente falado em  “cearensês” (o filme tem legendas em português),  a ideia do longa surgiu depois do lançamento de um curta metragem sobre o tema, intitulado de “Cine Holliúdy – O Astista Contra o Cabra do Mal”, que viajou por 20 países e ganhou 42 prêmios.

Além das ótimas atuações e cenas emblemáticas – daquelas que dão vontade de voltar novamente ao cinema só pra pegar direitinho as falas e contar em forma de piada numa roda de amigos – uma das coisas que me chamou muito a atenção neste trabalho do Halder, que considero genial, foi a parte técnica. Dá pra ver que cada detalhe foi muito bem pensado e feito com muita técnica e amor mesmo. Pra um filme de baixo orçamento, o resultado é surpreendente.

Assista o trailer de Cine Holliúdy:

.
Cine Holliúdy estreia no dia 30 de agosto, em todas as capitais do Nordeste, mais Belém e Manaus. Ainda não temos previsão de estreia nos demais estados.

Pequeno dicionário de cearensês:

Ai dento – resposta a qualquer provocação, antibullying cearense.

Ande, tonha! – yesssssss!

Ispilicute – do inglês “she’s pretty cute”. Significa engraçadinha, mulher muito faceira.

Macho ou machorréi – cara, amigo. Ex.:“olá macho réi!”

Indarrai? – palavra indiana, ainda inédita na Índia, que indaga sobre uma nova tentativa a quem acabou de se estrepar.

 

Tive a oportunidade de poder deleitar-me com esta obra fora de série do Halder Gomes, em sua pré-estreia no Recife, que contou com a presença do próprio diretor e do cantor Falcão – que participa do filme na pele de um ceguinho delicado que só o Seu Lunga!

Conversei um pouco com o Halder Gomes enquanto esperávamos para o início da sessão – pense num cabra arretado! – que me contou um pouco sobre os desafios de criar, lançar e administrar um filme que, apesar da pouca grana para ser realizado, está quebrando paradigmas do mercado nacional.

Murilo Lima Halder Gomes e Fernanda Carvalho Halder Gomes Destaques Críticas de filmes Cine Holiúdy  Cine Holliúdy | Crítica

Halder, que além de cineasta é mestre em Taekwondo, contava com brilho nos olhos como seu filme conseguiu enferrujar as garras do Wolverine, transformar o Homem de Ferro no menino de lata e afundar o Titanic – #LOL -, tornando-se o filme mais visto na história do cinema cearense.

Estreando apenas no estado do Ceará (o filme entrou em cartaz por lá no dia 09 de agosto), Cine Holliúdy conquistou até o momento a maior média de audiência em todo o Brasil, com 2.293 espectadores por sala. Para se ter uma ideia, o blockbuster Homem de Ferro 3 teve uma média de público de 1.470 pessoas por sala, quase metade. A média do fenômeno cearense é similar à de Tropa de Elite 2 e Os Vingadores.

Após o término da sessão, fui lá dar um abraço no machorréi Halder Gomes e agradecê-lo por ter me proporcionado um momento tão gostoso no cinema, como há tempos não sentia.

É isso aí! Não deixem de conferir Cine Holliúdy pois vale muito a pena. E digo mais: levem toda a familía pro cinema!

Acompanhem as novidades sobre o filme na pagina oficial do Facebook.

Gostou do que viu? Compartilhe com seus amigos.

facebook iconCompartilhar no Facebook
Murilo Lima

Mestre de obras no Geek Cafe, guitarrista chato e contador de péssimas piadas.

Artigos Relacionados

Comentários

Banner Cinema

Estreias da Semana

O Doador de Memórias
Não para na pista
Facebook

Facebook

As + Lidas
AdSense
Parceiros

Parceiros!

ocioso atoananet sedentario Procurando o que fazer na internet? Acesse o Minilua! links-legais
AdSense