Joss Whedon revela conteúdo do final alternativo de Vingadores: Era de Ultron

Cinema

Joss Whedon revela conteúdo do final alternativo de Vingadores: Era de Ultron

Esse texto contém alguns spoilers gigantes sobre Vingadores: Era de Ultron. Não leia se não tiver visto o filme ainda!

Há algumas semanas, a Amazon deixou vazar que o DVD e o Blu-Ray de Vingadores: Era de Ultron teria um final alternativo para o longa, além da série de conteúdo que Blu-rays e DVD costumam conter.

Pouco depois, a Amazon mandou um email para seus clientes dizendo que “Ei, a Marvel não confirmou o fim alternativo ainda, foi o estagiário que vacilou #porfavornãonosprocessem”.

Agora, em participação no Podcast da revista Empire, o diretor Joss Whedon revela que o conteúdo desse final alternativo seria o retorno do Mercúrio (Aaron Taylor-Johnson) à vida.

Se você viu o filme (eu espero que tenha visto, já que avisei que não era para continuar lendo se não tivesse) viu que o Mercúrio morre ao salvar o Gavião-Arqueiro (Jeremy Renner) e uma criança durante a batalha final contra o Ultron.

Para executar esse salvamento, ele acabou sendo atingido por balas e morreu. Uma pena, claro, já que o personagem seria uma adição muito útil para os Vingadores, mas esperado já que aparenta ser algum tipo de acordo entre Fox e Marvel: enquanto  o Mercúrio faz parte de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido e X-Men: Apocalypse, mas a Feiticeira Escarlate não, a irmã gêmea dele deve ficar com os Vingadores.

Porém, se tratando de Marvel também, nenhuma morte é oficial (né, Agente Coulson?). Whedon revelou que várias cenas foram gravadas em que é revelado que o Mercúrio acaba sobrevivendo a batalha contra Ultron.

Nós realmente filmamos ele naquela cena final, com seu uniforme, do lado da sua irmã. Nós também filmamos ele acordando e dizendo ‘Ei, na verdade eu não morri por causa daqueles 47 tiros’. Bom, na verdade ele dizia outra coisa, mas… talvez a gente mostre tudo isso depois”, disse o cineasta.

Whedon também disse que, como ele vê Era de Ultron como um filme de guerra, era necessário que o público sentisse algum “preço” sendo pago pela batalha contra Ultron e, portanto, alguém precisaria morrer.

Ele também disse que o plano sempre foi que o Mercúrio morresse, desde quando o estúdio começou a negociar com Aaron Taylor-Johnson, e que somente os executivos da Marvel podem salvá-lo agora – revivendo-o em algum projeto futuro, por exemplo.

Há uma espécie de “precedente” para reviver um personagem na Marvel, mas também uma “explicação”. Alguns personagens com poderes que envolvem velocidade, como o Flash ou o próprio Mercúrio de Dias de um Futuro Esquecido, possuem também metabolismos acelerados, o que resultaria num poder de cura acelerado.

Isso não é mostrado como parte do Mercúrio de Era de Ultron, mas é uma “desculpa” que a Marvel talvez possa usar para fazer esse retorno funcionar.

Uma teoria mais selvagem, que já ronda os fóruns de discussão internacionais, envolve o plot de Capitão América: Guerra Civil.

Nos quadrinhos, Tony Stark e o Sr. Fantástico clonam o Thor a partir de um fio de cabelo, já que o asgardiano não está disponível para participar da confusão na Terra.

Se a Marvel quiser levar esse momento da Guerra Civil para os cinemas, ela poderia ao utilizar uma possível clonagem do Mercúrio e seria interessante ver como personagens como a Feticeira Escarlate reagiria a isso.

Continuar lendo
Publicidade
Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Deixe seu comentário!

Mais em Cinema

To Top