Roteirista justifica o fim polêmico de Homem de Aço

Ainda discute o fim polêmico de Homem de Aço? Roteirista do filme diz a verdade por trás da cena!

Cinema

Roteirista justifica o fim polêmico de Homem de Aço

Homem de Aço, mais recente filme do Superman, foi lançado em 2013. Já se passaram 2 anos e, em breve, teremos até um novo longa: Batman vs Superman: A Origem da Justiça, que continua dos eventos exibidos no filme original.

Porém, ainda hoje, alguns fãs discutem o fim polêmico de Homem de Aço. Caso você não tenha visto o longa, recomendamos que vá ler alguma outra coisa aqui no GeekCafé, pois esse texto terá spoilers.

No fim de Homem de Aço, após uma exaustiva e violenta batalha, Superman e Zod chegam ao limite. Zod está desolado, destruído internamente pela aniquilação dos kriptonianos e busca vingança tentando destruir a Terra. Ele diz que não irá parar até matar todos os humanos e o Superman.

Após mais porradaria, os dois kriptonianos caem dentro de uma estação de trem, onde Zod tenta matar uma família de humanos. Clark Kent segura seu pescoço, evitando que os humanos morram e tenta convencer Zod a não cometer esse assassinato, mas sem sucesso. Sem outra alternativa, o Superman quebra o pescoço do seu rival e comete assassinato.

E então, começou a polêmica na Internet. O Superman matou! Isso é errado, certo? Uma ofensa ao personagem ou algo plausível? Depois de praticamente todo mundo se pronunciar sobre isso, chegou a vez de quem escreveu a cena. David Goyer, roteirista do longa, comentou esse final polêmico com o Nerdist. Confira o que ele disse:

Da maneira que eu trabalho, da maneira que Chris [Nolan] trabalha, é fazer o que acho certo para a história. O que é certo para a história existe de maneira inteiramente separada do que os fãs devem ou não pensar do personagem. Você tem que fazer o que é certo para a história. Dessa forma, o Superman no filme só tinha sido Superman por tipo, uma semana. Ele não era o Superman como pensamos nela na DC Comics… ou mesmo num mundo que conceberia a existência do Superman. Ele só tinha voado antes pela primeira vez há alguns dias. Ele nunca tinha lutado com alguém que tinha super-poderes antes. E ele estava lutando contra um cara que não só era super-poderoso, mas que tinha sido treinado desde o nascimento para usar esses poderes, que existia como uma máquina super-poderosa de matar e que havia dito ‘Eu não vou parar até destruir toda a Humanidade’.

Se você tirar o Superman de cena, qual a maneira certa de contar essa história? Eu acho que a maneira certa de contar essa história é, se você pegar esse alien super-poderoso que diz ‘Você pode ter sua raça inteira de volta, mas precisa matar sua raça adotiva’, então você está numa situação horrível e moral onde você é forçado a matar, mesmo sem querer, a única outra pessoa da sua raça. Tire o Superman de cena e essa é a maneira certa de contar a história“.

E aí, o que você acha? Gosta mais do filme agora?

Continuar lendo
Publicidade
Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Deixe seu comentário!

Mais em Cinema

To Top