E3 2013 – 10 demos que farão você pedir mais

Games

E3 2013 – 10 demos que farão você pedir mais

Como previ na semana passada, a E3 2013 foi uma das melhores E3 de todos os tempos. Para quem acompanhou as diversas coberturas ao vivo, o evento prometeu um futuro brilhante para a indústria dos games. Abaixo, listei alguns das exibições de gameplay que mais me impressionaram nesses 4 dias.

inFamous: Second Son (2014; PS4)

inFamous foi uma das franquias de sucesso nascida na geração atual (PS3). Second Son se passa em Seattle vários anos depois do último inFamous e mostra a história de um novo personagem, Delsin Rowe, um jovem de atitude meio rebelde com poderes sobre o fogo e uma personalidade esquentada (sacou? sacou?). Em termos de jogabilidade, a primeira vista não houve muita mudança entre inFamous 2 e Second Son, mas os caras da Sucker Punch, produtora do game, prometem algumas surpresas que tornarão este o melhor game da série.

Battlefield 4 (29 de outubro; PC, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One)

Não sou muito fã de FPS, com raras exceções, mas sei de algumas pessoas que não conseguem passar 1 semana sem disputar uma partida de Battlefield 3 – tipo nosso editor-chefe, Murilo Lima. Mais importante é a disputa de mercado entre o viciante Battlefield e o mais popular Call of Duty. Pois bem, nessa E3 enquanto os caras da Activision desfilavam com seus cães de caça nas telonas, os produtores da DICE fizeram uma bela demonstração do que os jogadores de Battlefield terão em mãos no fim do ano. Sério, demolir prédios?!

Destiny (2014; PS3, PS4, 360, One)

O próximo universo dos mesmos produtores de Halo mantém o estilo sci-fi e já havia sido mostrado aqui no blog antes. Dessa vez a ambição da Bungie é criar uma espécie de MMOFPS, com ambientação dinâmica e sempre conectada com outros jogadores. Em termos de jogabilidade, parece um cruzamento entre Mass Effect e Halo, com uma pitada de Borderlands. O MMO junkie em mim curtiu bastante a apresentação do game na conferência da Sony!

Castlevania: Lords of Shadow 2 (2014; PS3, 360)

YES!! Já contei aqui mais de uma vez sobre minha paixão pelo primeiro Lords of Shadow e o trailer de Lords of Shadow 2 estava entre os meus 10 vídeos favoritos da E3 2012. Pois bem, esse ano a Konami nos trouxe um trailer extenso e apresentou um demo da introdução do game. Não gostei da mudança na câmera, mas de resto, está parecendo ainda mais divertido e épico que o anterior. Serve também para mostrar que nem tudo nessa E3 se tratou da próxima geração. A geração atual ainda tem muito a oferecer.

P.S: Dica para os fãs de Symphony of the Night, reparem na fala do Dracula aos 6:48 do vídeo 😉

Titanfall (2014; PC, 360, One)

Possivelmente o demo mais impactante exibido durante a conferência da Microsoft. Apesar dos rumores, esse não será um game exclusivo para Xbox One, estando disponível também para 360 e PC. Apesar de ser mais um FPS, Titanfall traz dois diferenciais. Primeiramente, sua movimentação é muito mais fluída do que outros jogos do gênero costumam ser, incluindo mecânicas como jetpacks e manobras de le parkour. Em segundo, você poderá controlar MECHAS! Sim, robôs gigantes no meio da guerra. De fato, um bom motivo para sentir ciúmes de PC gamers e donos de Xbox.

Tom Clancy’s The Division (2014; PS4, One)

Mais um anúncio surpresa da Ubisoft. O projeto trata-se de uma nova perspectiva sob o gênero dos MMORPGs. O vídeo mostra um estilo tático, como é de costume nos jogos da Red Storm Entertainment, e o nível de detalhe nas interações com o cenário está absurdo. Fiquei curioso para ver mais dessa ‘redefinição’ dos MMORPGs.

Thief (2014; PC, PS4, One)

Nos últimos 5 anos tem sido comum ressuscitar velhas franquias do PC e dá-las uma cara nova. A Bethesda fez isso com Fallout em 2008 e a Eidos Montréal o fez com Deus EX em 2011. Agora, a mesma Eidos planeja trazer Thief para a próxima geração. Como nos demais casos, PC gamers choraram por conta de algumas mudanças, mas a verdade é que o novo Thief está empolgante e o resultado final certamente vai agradar players menos sacais.

Bayonetta 2 (2014; Wii U)

Continuação do game que previamente foi lançado para PS3 e 360, Bayonetta 2 é meu tipo de jogo: Puro hack ‘n slash. A Platinum Games é foda nisso, afinal ela foi responsável também pelo recente Metal Gear Solid Rising Revengeance, que tem o mesmo estilo. O jogo possui o modo de controle padrão, bem como controles simplificados via ‘touch’. Aliás, você pode jogar direto na tela do controle, sem precisar da TV. Tá aí um game que fará bom uso dos recursos que o Wii U tem a oferecer, hein?

Dragon’s Crown (6 de agosto; PS3, Vita)

Como eu disse acima, hack ‘n slash é meu tipo de jogo e Dragon’s Crown é um retorno às origens do gênero (também chamado de Beat ‘em up). Lembram do clássico de arcade Dungeons & Dragons: Shadows over Mystara? Dragon’s Crown parece uma versão melhorada de jogos como aquele, em todos os sentidos. Assim como outros experimentos recentes do gênero, Dragon’s Crown traz elementos de RPG como skill trees, level ups, etc. Outra boa notícia é que o jogo possui cross-save, isto é, o seu save no PS3 pode ser transferido para o Vita e vice-versa. A má notícia é que donos da versão Vita não poderão jogar com seus amigos no PS3, o que limita um pouco as possibilidades.

Castle of Illusion Starring Mickey Mouse (‘Em breve’; PC, PS3, 360)

Remake em alta-definição de um dos jogos de plataforma mais memoráveis da minha infância. A nova versão incorpora várias novidades no visual e na jogabilidade, mas sem perder o carisma do original. Espero que mantenha a dificuldade também! O entusiasmo de uma velha geração de gamers em torno desse título serve para mostrar às produtoras que existe mais nos games do que tiros ou gráficos incríveis. Nunca pensei que fosse reviver essa experiência, mas é bom saber que o pessoal da SEGA está na direção certa para torná-la ainda melhor do que eu lembro de 20 anos atrás.

E esses foram 10 dos jogos disponíveis para teste que mais me chamaram atenção. Quais foram os seus? Posta aí nos comentários!

Comments

Mais em Games

To Top