Estudo indica que games cooperativos tornam as pessoas mais amigáveis

Games

Estudo indica que games cooperativos tornam as pessoas mais amigáveis

Não existe amor em SP, já dizia o Criolo. Acertadamente correto, nosso amigo rapper só falhou em uma parte durante sua música sobre a dureza da capital paulista quando esqueceu de adicionar: “não existe amor em SP, mas nos joguinho online é sacanagem como a rapaziada se odeia, tá loco“.

Se você já deu uma passadinha nesse mundeco dos joguinhos online, deve ter se deparado com o cenário em que milhares de jogadores te xingam com alguns palavrões que definitivamente foram inventados por eles mesmo. Quando você descobre que a maioria deles tem uns 15 anos de idade, a situação fica tensa, mano.

Mas isso tudo não acontece quando a gente joga games cooperativos. Pelo contrário, segundo um estudo publicado por um professor da Universidade de Tecnologia do Texas, chamado de John Velez, jogar games cooperativos (online ou não, violentos ou não) deixam as pessoas mais amigáveis!

Segundo o Professor Velez, “games cooperativos parecem reduzir muito a agressividade em relação a outras pessoas. Jogar com um companheiro prestativo aumenta as chances que os outros têm de reciprocarem esse comportamento e serem prestativos em geral“.

A pesquisa, que envolveu jogos em diferentes contextos sociais e foi feita com jovens, descobriu também que jogar com um companheiro prestativo, faz com que o jogador seja mais legal com o time rival – mesmo que eles não sejam corteses de volta.

Para explorar mais suas observações, a pesquisa colocou os jogadores cooperativos para incomodarem outras pessoas com um barulho alto e inesperado.

De acordo com a pesquisa, jogadores que cooperaram com outros em suas sessões de games, foram menos agressivos ao serem surpresos com esse barulho do que aqueles que jogaram sozinhos ou contra outros.

Eu já dizia há muito tempo que a indústria dos games deveria voltar com a boa e velha prática de “jogar de 2”, fazendo jogos que deixem que duas ou mais pessoas joguem ao mesmo tempo, sem necessidade de logar online em 600 plataformas diferentes.

Agora tenho base científica para reclamar direito!

via UOL Jogos

Continuar lendo
Publicidade
Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Deixe seu comentário!

Mais em Games

To Top