Exercício físico na adolescência diminui os risco de suícidio na maioridade

Um estudo realizado entre diversos homens suécos que nasceram entre 1950 e 1987 e participaram do serviço militar obrigatório revelou que um nível pobre de atividades cardiovasculares aos 18 anos está diretamente relacionado a um aumento no risco de suícidio na maioridade.

O risco duplicou quando comparado aos jovens que estavam em boa forma física. O aumento do risco pode ser observado ano após ano, até quase 40 anos depois.

Maria Åberg, a pesquisadora do Sahlgrenska Academy que liderou o estudo informou o seguinte: “Exercícios físicos afetam a plasticidade cerebral melhorando a performance mental e o sentimento de bem-estar”. O exercício físico também ajuda na rehabilitação após alguma doença mental e possui um efeito preventivo ajudando a proteger o tecido nervoso.

A prática de exercícios parece ser, digamos, bem mais interessante mentalmente do que se parece. A pesquisadora ainda completa que jovens que praticam exercícios fisicos regulamente possuem uma melhoria no nível de QI e um aumento na performance escolar. A pesquisa usou com base mais de um milhão de jovens suécos.

Como tenho planos de dominar o mundo, começo a academia na segunda-feira! 🙂

Via: ScienceNordic.