Fã cria teoria sobre Harry Potter e o Cálice de Fogo que deixaria a série mais interessante

Em teoria sobre Harry Potter, fãs imaginam como a história seria caso um Sonserino participasse do Torneio Tribruxo

Mundo Geek

Fã cria teoria sobre Harry Potter e o Cálice de Fogo que deixaria a série mais interessante

Harry Potter é mais do que uma saga literária, é um evento. Para quem cresceu acompanhando as aventuras do Menino-Que-Sobreviveu, Harry Potter é uma saga perfeita.

Mesmo que possa melhorar.

Dois fãs no Tumblr, aquele antro de permissividade e fãs de Doctor Who, formularam uma teoria que apresenta um futuro alternativo para as aventuras de Harry Potter a partir do quarto livro da série, Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Antes, um pouco de contexto: em Harry Potter e o Cálice de Fogo, duas escolas de magia europeias, a Durmstrang e a Beauxbatons, viajam para Hogwarts para participar de um torneio de estudantes chamado Torneio Tribuxo. O tal Cálice de Fogo do título é um objeto mágico que seleciona um representante de cada escola – na oportunidade, ele escolhe Cedrico Diggory como representante de Hogwarts, Viktor Krum como representante da Durmstrang e Fleur Delacour como a representante da Beauxbatons, além do próprio Harry Potter.

Porém, um pouco antes de Cedrico ser escolhido como o representante de Hogwarts, vários estudantes são considerados, como Cassius Warrington, da Sonserina, como mostra a passagem abaixo:

harry-potter-teoria

A teoria, criada por crazybutperfectlysane, discute o que aconteceria caso Cassius fosse o escolhido:

Eu estava re-relendo Harry Potter quando eu encontrei essa passagem e pensei – e se ao invés de Cedrico Diggory, Cassius Warrington tivesse sido escolhido para competir no Torneio Tribruxo?

Imagine Dumbledore chamando o nome de um campeão de Hogwarts e não é alguém da Grifinória, da Corvinal ou da Lufa-Lufa, mas da Sonserina. Um estudante da Casa mais odiada.

Imagine Cassius Warrington levantando e as outras três Casas de Hogwarts o vaiando e gritando coisas como “Não!” ou “Não podemos ter um campeão da Sonserina!” ou exigindo um novo sorteio. Mas ele é da Sonserina, está acostumado com esse tipo de coisa desde que foi escolhido pelo Chapéu Seletor, então ele mantém a cabeça erguida e se junta aos outros campeões.

Imagine Harry tentando se encontrar com Warrington sozinho porque, apesar dele não querer se associar com pessoas da Sonserina (além disso, Malfoy ficaria com a tendência de estar perto do cara O TEMPO TODO desde que ele foi escolhido), mas ao mesmo tempo Harry é justo o suficiente para não querer que Warrington vá para a primeira tarefa sem preparo.

Imagine Warrington indo atrás de Harry alguns meses depois, e Rony e Hermione logo assumindo uma postura protetive, com as varinhas em punho, mas ao invés de atacar Harry, ele apenas diz para abrir o ovo debaixo dágua (porque os Sonserinos não esquecem de quem os ajudou).

Imagine Warrington e Harry ajudando um ao outro no labirinto.

Imagine Harry ficando devastado quando Peter mata Warrington – porque Voldemort não se importa com qual Casa ele vem, uma pessoa extra é uma pessoa extra.

Imagine a revolta que isso causaria entre os sonserinos, porque alguns dos seus pais realmente são Comensais da Morte e eles sabem o que realmente aconteceu.

Imagine os sonserinos lutando na Batalha de Hogwarts e gritando coisas como “Por Cassius!”.”

Os pensamentos de crazybutperfectlysane foram completos quando outro usuário do Tumblr, aplatonicjacuzzi, postou algumas ideias próprias.

Imagine Harry retornando com o corpo de Warrington e o público começa a perceber o que aconteceu, mas os pais de Warrington não aparecem. Não tem ninguém para lamentar por ele, para abraçá-lo e chorar por ele. Os sonserinos sabem porquê. Os pais dele eram Comensais da Morte também.

Imagine os sonserinos indo atrás de ajuda dos seus colegas de outras Casas. Eles estão assustados, verdadeiramente assustados, porque seus pais sempre disseram que Voldemort nunca os machuraria porque eles são puro-sangue, mas eles percebem que ele não se importa.

Imagine os sonserinos no quinto livro fugindo para se juntar à Armada de Dumbledore, para aprender mais sobre quem é Voldemort sem o filtro dos seus pais.

Imagine o choque quando eles sabem o que ele realmente fez.

Imagine que alguns talentosos sonserinos vão com Harry e os outros ao Ministério da Magia. Os outros ficam um pouco desconfiados, mas os sonserinos se provam amigos.

Imagine eles sendo confrontados por Lucio Malfoy no Hall da Profecia e, quando os Comensais da Morte aparecem, eles sabem que qualquer um deles poderia ser seus pais.

Imagine o choque dos Comensais da Morte quando eles percebem que seus próprios filhos, puro-sangue, estão do lado de Harry Potter. Eles engolem o choro. Não podem deixar que seus filhos saibam que estão prestes a duelar até a morte.

Imagine os sonserinos da Armada de Dumbledore enfrentando seus próprios pais Comensais da Morte – que tomam a decisão de deixar que seus filhos os derrotem porque, naquele momento, eles percebem que amam mais seus filhos do que temem Voldemort. Eles são derrotados, as máscaras caem, e os jovens sonserinos os tiram da luta antes que morram.

Imagine os sonserinos ficando mais amigáveis e cooperativos com as outras Casas no livro 6. Dois anos de Voldemort aterrorizando os trouxas e o mundo bruxo, dois anos onde seus pais simplesmente pegam e somem por dias, dois anos desde que o primeiro puro-sangue da Sonserina, Cassius Warrington, foi morto pelo braço direito de Voldemort.

Imagine os sonserinos espionando os próprios pais, mandando informações para o Harry, que compartilha com a Ordem da Fênix, na esperança que os pais sejam capturados e não mortos.

Imagine os sonserinos se rebelando contra o novo regime de Hogwarts no livro 7.

Imagine no cerco final em Hogwarts, os sonserinos lutando com orgulho ao lado das outras Casas, sabendo bem que estão lutando contra seus próprios pais. Alguns sonserinos sabem que seus pais estão na batalha. Eles esperam encontrá-los e tirá-los de lá. Seus colegas estudantes entendem. A professora McGonagall permite que uma sonserina do sétimo ano, Pansy Parkinson, lute até a morte com um Comensal da Morte no seu lugar: é o pai dela que está debaixo daquele véu. Ela sabe disso.

Imagine o resultado da batalha: todas as Casas sofreram grandes perdas, os estudantes da Sonserina choram sobre os corpos dos seus amigos das outras Casas.

Imagine uma estátua de Cassius Warrington feita em sua honra, o primeiro sonserino a lutar e morrer nobremente com Harry Potter, o Menino Que Sobreviveu, ao enfrentar o mal. Ele foi um verdadeiro sonserino e, em seu nome, os sonserinos e suas famílias cortam todos os laços com os Comensais da Morte, renunciam Voldemort e finalmente vivem em paz“.

A teoria é bem interessante e realmente dá vontade de que as coisas tivessem acontecido assim. Eu, por experiência própria, preferiria que J.K. Rowling tivesse dado uma história de redenção para a Sonserina, mais do que foi feita na história oficial.

Porém, a descrição dos Sonserinos na saga dá a entender que isso nunca aconteceria, infelizmente. Mas seria bem mais emocionante, não é mesmo?

O que vocês acharam dessa teoria sobre Harry Potter?

Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Comments

Mais em Mundo Geek

To Top