O Fruto do Diabo de One Piece virou bolo na Coreia do Sul

Loja na Coreia do Sul começa a vender bolos com visual inspirado nos vários tipos de Fruto do Diabo exibidos em One Piece

Mundo Geek

O Fruto do Diabo de One Piece virou bolo na Coreia do Sul

No universo de One Piece, o maior mangá em publicação no Japão atualmente e muito provavelmente o maior da História do Japão (sem dúvidas o mais vendido), existe uma fruta conhecida como Akuma no Mi, o Fruto do Diabo.

Quando comida, essa fruta dá poderes especiais para quem a ingeriu. Existem diferentes tipos de poderes – Luffy, o protagonista da obra, por exemplo, ganhou a habilidade de esticar seu corpo indefinidamente, como o Senhor Fantástico do Quarteto Fantástico. Já Portgas D. Ace, outro personagem de destaque na série, ganhou o poder de controlar o fogo.

Apesar de interessantes, os poderes do Fruto do Diabo cobram um preço muito alto: quem come, fica incapaz de nadar e, se cair no mar, morrerá. Isso é especialmente péssimo porque o mundo de One Piece é praticamente todo coberto por mar, sobrando muito pouco de terra firme – e quase todos seus personagens são piratas.

Agora, uma loja na Coreia do Sul está vendendo bolos no formato de um Akuma no Mi. Ao todo, a loja fez dois modelos: a Gomu Gomu no Mi, fruta que o protagonista Luffy comeu, e a Mera Mera no Mi, a fruta que Portgas D. Ace comeu.

fruto do diabo 01 fruto do diabo 02 fruto do diabo 03

Elas podem parecer frutas, mas são bolos normais, só que provavelmente muito gostosos. Além disso, até agora ninguém ganhou poderes ao comê-los – mas ainda é cedo e podemos descobrir mais nos próximos dias.

Cada um desses bolos custa o equivalente a $41 dólares (o que hoje ficaria como R$ 166). Relativamente caro, mas interessante para um dia especial. E, claro, só está disponível na Coreia do Sul – a não ser que você convença alguém muito talentoso a fazer pra você.

via CBR

Continuar lendo
Publicidade
Leandro de Barros

Campeão de Chess-Boxing por W.O. da minha rua, nerd de nascença, babaca por opção. Depois de muito analisar a sociedade moderna, só tenho uma coisa a dizer: með þýðandi? Veik!

Deixe seu comentário!

Mais em Mundo Geek

To Top