50 anos do Cabeça-de-Teia, o Amigão da Vizinhança!

Livros e HQ

50 anos do Cabeça-de-Teia, o Amigão da Vizinhança!

Era uma vez um monte de gente musculosa (homens de queixo quadrado e mulheres esculturais) vestindo roupa colante colorida. Uns eram chamados de super-heróis. Os outros, de supervilões. Eles viviam trocando sopapos, geralmente porque os vilões queriam conquistar ou destruir o mundo. Depois da aventura, o herói vencia com uma mão nas costas e tudo voltava ao normal, pelo menos até a edição seguinte, quando começava tudo de novo.

Até que um dia apareceu um pivete franzino que ainda estava no colegial, cheio de problemas como o fato de ser criado pelos tios, de sofrer bullying por ser um cdf e viver liso como um quiabo. Mas esse pivete franzino também usava um uniforme colante colorido. Esse pivete franzino também era um super-herói. Só que nem sempre ele vencia o vilão e a aventura não acabava em uma edição.

Esse pivete era o Espetacular Homem-Aranha! O Amigão da Vizinhança! E esse pivete está completando 50 anos (mas com um corpinho de 20)!!!!!!!

Homem aranha 50 anos

Ok, o Teioso não foi o primeiro personagem a subverter o conceito do super-herói descrito no início desse post. Isso é mérito do Quarteto Fantástico.

Mas foi o Homem-Aranha que consolidou essa ruptura, principalmente pela identificação que causou entre os jovens leitores – antes, essa ligação com os jovens era feita por sidekicks como o Robin, por exemplo, que foi criado para amenizar as trevas do Batéma.

Além dos pontos de identificação com a juventude da época, o Homem-Aranha foi o primeiro super a ter um comportamento “menos sério”: mesmo diante de grandes perigos, lá estava ele soltando piadinhas e colocando apelidos nos vilões durante as lutas.

Todos esses fatores mais um monte de drama nesses 50 anos de trajetória transformaram Peter Parker em um dos personagens mais amados do planeta – na Marvel Comics não tem herói melhor e acho, na minha humilde e desimportante opinião, que o Teioso é a criação máxima do Tio Stan Lee e o coração do Universo Marvel. Simples assim.

Amazing Fantasy #15 (Agosto de 1962)Nesses 50 anos, o Aranha conquistou milhões de fãs, muitos que nunca tinham lido uma revista em quadrinhos sequer, pois o personagem teve grande destaque em outras mídias, como os desenhos animados (dos quais o melhor é o penúltimo, The Amazing Spider-Man, já cancelado), um seriado de TV live-action tosco, trocentos games (o primeiro foi o saudoso ‘Spider-Man’ para o Atari 2600), e quatro filmes pro cinema – embora o último não seja assim uma brastemp.

E o aracnídeo continua conquistando fãs até hoje, pois mantém (apesar dos roteiros ruins que tentam destruí-lo) a sua essência, surgida naquele gibi em agosto de 1962: um homem com grandes poderes, grandes responsabilidades e um grande coração.

Parabéns, Spiday!!!!!!

Abaixo, algumas imagens legais do cabeça de teia:

Homem Aranha e Homem de FerroHomem Aranha e HulkHomem Aranha e os VingadoresHomem Aranha e WolverineHomem Aranha e os X-menHomem AranhaHomem aranha e SupermanHomem aranha venom

Continuar lendo
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Deixe seu comentário!
Publicidade

Artigos mais vistos

Publicidade
To Top