Graphic Novel Marvel #8: Marvels!!!!!!

Livros e HQ

Graphic Novel Marvel #8: Marvels!!!!!!

Se os super-heróis existissem de verdade, qual seria a reação das pessoas normais diante deles e de seus feitos extraordinários? Elas ficariam maravilhadas ou aterrorizadas?

Essa pergunta foi respondida por Kurt Busiek e Alex Ross na mini-série em quatro edições Marvels, publicada originalmente de Janeiro a Abril de 1994 (no Brasil, de Janeiro a Abril de 1995) e que supreendeu a todos pelo roteiro, pelo projeto gráfico e pela arte realista, tendo sido indicada a diversos prêmios e recebido três Eisner Awards (melhor pintor, melhor série limitada e melhor projeto gráfico).

geek-tio-marvelsÉ esse clássico dos quadrinhos de super-heróis o novo volume da coleção Graphic Novels Marvel da Editora Salvat. Marvels (capa dura, 228 páginas coloridas, R$ 29,90) vem recheada de extras, como textos dos autores e de Stan Lee, making of da  hq por Alex Ross, uma coletânea de releitura de capas clássicas e a hq especial Marvels #0. A relação custo/benefício é excelente!!!!

A história começa em 1939 e tem como protagonista o jovem fotógrafo Phil Sheldon, que tem como meta cobrir a guerra que se alastra pela Europa. Enquanto isso não acontece, ele e seus amigos jornalistas – entre eles um tal de J. Jonah Jameson – vivem de freelas. Um desses é cobrir o anúncio do cientista Phineas T. Norton sobre sua mais nova experiência: a criação de um homem sintético que está tendo problemas.

Norton apresenta sua criação – um homem vestido de uniforme vermelho dentro de uma redoma de vidro, ao qual chama de Tocha Humana. Ao introduzir ar dentro da redoma, o homem começa a pegar fogo. Todos pensam que é um manequim, até que ele se move. Isso basta para desencadear o medo e a desconfiança entre os presentes, que chamam o projeto de Norton de “aberração”!

É o primeiro contato das pessoas com o novo mundo que está surgindo – embora eles  não tenham noção disso. Algum tempo depois, o Tocha Humana é visto caminhando no meio da rua, causando pânico na população. As coisas começam a ficar mais estranhas quando um estranho homem nu sai do mar e começa a atacar as pessoas. Esse estranho homem é Namor, que se denomina soberano de uma nação que fica nas profundezas do oceano.

geek-tio-marvels-3Phil Sheldon testemunha o nascimento do Universo Marvel, marcado pelos combates épicos entre o andróide flamejante e o atlante Namor – é cobrindo uma dessas batalhas que Sheldon perde o olho esquerdo. No mesmo período, os Estados Unidos entram na Segunda Guerra Mundial. Um grupo de heróis fantasiados começa a conbater os nazistas, entre eles um homem usando um uniforme com as cores da bandeira norte-americana. É o Capitão América, o supersoldado!

Tudo isso acontece no primeiro capítulo. A partir daí, Busiek e Ross vão mostrando diversos momentos do universo Marvel, só que pela ótica das pessoas comuns. Assim, vemos de perto suas reações diante de fatos que desafiam a razão. Num primeiro momento, Phil acha que esses seres superpoderosos são uma ameaça, mas logo depois começa a chamá-los de “maravilhas” (marvels) e todo o seu trabalho como fotógrafo se concentra em registrar esses seres e seus feitos.

Ele tem a idéia de publicar um livro com suas fotos e o editor da Empire Books compra o projeto. Só que a partir do segundo capítulo a coisa começa a ficar séria: um tipo de superpoderosos é temido e perseguido pela humanidade – os mutantes! Phil Sheldon tem contato direto com os misteriosos X-Men numa sequência que mostra todo o preconceito e medo contra aquilo que não se compreende. E prepare-se para transpirar pelos olhos com o final do capítulo dois….

A hq cobre o período de 1939 a 1974 do Universo Marvel e ao mesmo tempo em que vamos revendo sob uma nova ótica aventuras como o ataque dos Sentinelas,  a primeira aparição de Galactus e a morte de Gwen Stacy, vemos o encantamento de Phil Sheldon com os super-heróis ir arrefecendo com o passar dos anos, assim como a reação negativa da população diante de gigantes, deuses e monstros e a destruição causada pelas suas batalhas gigantescas.

As belas aquarelas de Ross e o texto classudo de Busiek prestam uma emocionante homenagem aos quadrinhos da Marvel e a seus criadores maiores – Stan Lee, Jack Kirby, Don Heck, Steve Ditko, John Romita Sr., John Buscema e tantos outros artistas imortais. Lembro do impacto que a série causou nos leitores de quadrinhos quando foi publicada por aqui, ainda pela Editora Abril, em edições caprichosamente editadas, com capas de acetato sobrepondo a capa regular (eu tenho, mal aê…). Ver aqueles personagens retratados de forma realista causou estranhamento e admiração simultâneos e foi uma grande novidade para a época!

A edição da Salvat vale cada centavo!

Se você não conhece a hq, dê a si mesmo um presente de Natal! Garanto que não vai se arrepender!

P.S.: Em 1996, Alex Ross e Mark Waid fizeram o mesmo pelo universo Dc com O Reino do Amanhã!!!!

Continuar lendo
Publicidade
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Deixe seu comentário!

Mais em Livros e HQ

To Top