Guerra Secreta | Resenha

Livros e HQ

Guerra Secreta | Resenha

[rightbox]Não, esse novo volume da série Graphic Novels Marvel publicada pela Salvat não traz aquela famosa saga dos quadrinhos Marvel publicada nos anos 80 e que no Brasil foi totalmente alterada pela Editora Abril. Não sabe dessa história? Conto ela quando sair o volume Guerras Secretas nesta mesma coleção, ok?

Guerra Secreta é uma mini-série em cinco partes escrita pelo prolífico Brian Michael Bendis com arte do italiano Gabrielle Dell’Otto e publicada originalmente entre fevereiro de 2004 e dezembro de 2005 – isso mesmo: a série demorou mais de um ano para ser concluída!

[/rightbox]

Guerra Secreta – Coleção Graphic Novels Marvel

[rightbox]Na trama, Nick Fury (o original), diretor da S.H.I.E.L.D., descobre um plano secreto arquitetado pela Primeira-Ministra da Latvéria, Lucia von Bardas, que está financiando equipamento tecnológico para diversos vilões de segundo escalão dos Estados Unidos. Fury relata o que descobriu ao Presidente e pede autorização para intervir militarmente contra von Bardas.

Devido a recentes acordos militares, econômicos e políticos entre os EUA e a Latvéria depois da deposição de Victor Von Doom, o governo americano nega o pedido de Fury e diz que vai resolver tudo diplomaticamente.

Preocupado com o que pode acontecer, Fury resolve que nesse caso específico a diplomacia só vai fazer com que os EUA sofram um novo ataque terrorista, como aconteceu no 11 de setembro de 2001. Assim, ele decide agir por conta própria.

Para isso, recruta um grupo de super-heróis: Capitão América, Homem-Aranha, Luke Cage, Wolverine, Demolidor, Viúva Negra e a agente superhumana da S.H.I.E.L.D. Daisy Johnson. Sob seu comando, os heróis irão invadir a Latvéria para impedir os planos de von Bardas.[/rightbox]

Um ano depois, alguns desses heróis são acometidos de terríveis pesadelos onde se vêem em meio a uma sangrenta batalha contra supervilões em um local desconhecido. Luke Cage é atacado em casa e fica em coma! Quando o Capitão América vai visitar Luke Cage no hospital e dá de cara com Nick Fury, desce a porrada no agente e grita: “Eu te disse! Falei que isso ia acontecer!

Afinal, o que teria acontecido aos heróis recrutados por Nick Fury na Latvéria? Porque eles não lembram de nada? Qual o motivo da raiva do Capitão América contra Nick Fury? A missão foi bem sucedida ou não? Como Wolverine reagirá ao saber que tudo o que vivenciou pode ter sido uma mentira?

Guerra Secreta (192 páginas, colorida, capa dura, R$ 29,90) é uma história de super-heróis com um toque de espionagem e mostra o lado sombrio do universo Marvel, além de dar aquela cutucada na política norte-americana  e nos acontecimentos do 11 de setembro, principalmente na tese conspiratória de que o governo sabia dos ataques e não fez nada para impedir. É basicamente isso que o presidente faz na hq: por causa de acordos econômicos, não leva em consideração os alertas da inteligência do país e os resultados são catastróficos.

Nick Fury, como um bom e velho soldado patriota, prefere ir de encontro à hierarquia e politicagem e fazer o que considera o correto. Só que sua decisão tem consequências graves, principalmente se levarmos em consideração as questões éticas envolvidas.

Brian Michael Bendis mostra seu talento como escritor e a facilidade com a qual consegue trabalhar com uma grande quantidade de personagens e mesmo assim dar espaço a todos. Gosto muito do estilo dele, principalmente dos diálogos e da interação entre os personagens.

A arte pintada de Gabrielle Dell’Otto é um colírio! Em tons sombrios, transmite todo o peso de uma história envolta em segredos, cheia de violência e dilemas morais.

Guerra Secreta pode não ser considerada uma obra-prima imperdível dos quadrinhos Marvel, mas é uma boa história em quadrinhos que bota no bolso boa parte do que é produzido hoje em dia.

Continuar lendo
Publicidade
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Deixe seu comentário!

Mais em Livros e HQ

To Top