Lobo Solitário: mangá clássico retorna em edição de luxo!

Livros e HQ

Lobo Solitário: mangá clássico retorna em edição de luxo!

Um dos mangás mais conceituados do mundo está de volta às bancas, livrarias e comic shops brasileiras: Lobo Solitário, obra clássica dos quadrinhos que conta a trajetória do ronin Itto Ogami em sua missão de vingança contra o clã que destruiu sua família, foi relançado pela Panini em uma edição de luxo.

Lobo Solitário foi publicado originalmente no Japão entre setembro de 1970 e abril de 1976. Fez tanto sucesso que foi adaptado para o cinema em seis filmes, além de ter gerado uma série de TV e peças de teatro. Com roteiro de Kazuo Koike e arte de Goseki Kojima, o mangá é um seinen, que apresenta histórias destinadas ao público masculino adulto.

O protagonista é Itto Ogami, o executor de luxo do Shogun. Envolvido em uma trama política, Itto é acusado de traição pela poderosa família Yagyu, que objetiva tomar o poder. Condenado a cometer o seppuku, Itto decide não cumprir a sentença e se torna um ronin, um samurai sem mestre, que agora trilha a estrada do assassino (meifumadou, ou o caminho errante do mundo dos mortos).

Enquanto arquiteta sua vingança, Itto ganha a vida como um assassino de aluguel. Sempre acompanhado do seu filho Daigoro, de três anos, que apesar da pouca idade compreende o caminho escolhido pelo seu pai e até o ajuda em algumas missões. A trama se passa no período Edo do Japão, que foi governado pela família Tokugawa de 1603 a 1868 e que só terminou com a Revolução Meiji, que seguiu até 1912 e transformou o Japão em uma potência industrial e militar.

O mangá

Lobo Solitário já foi publicado anteriormente no Brasil. A primeira vez foi em 1988 pela editora Cedibra e durou apenas nove edições em formato americano. Em 1990 foi a vez da editora Nova Sampa, que também não concluiu a saga. Só doze anos depois o mangá foi republicado, dessa vez pela Panini, que lançou os 28 volumes e concluiu a publicação em 2007.

A nova edição tem formato 13,7 x 20 cm, um pouco maior do que a edição anterior; 288 páginas e papel mais encorpado que o habitual. A encadernação também tem um acabamento superior à publicação dos anos 2000.

Custando R$ 18,90 e com periodicidade bimestral, a saga será publicada em 28 volumes e a primeira edição já está disponível. Aviso: a saga só será concluída em cinco anos devido à periodicidade. Tenham paciência, gafanhotos!!!

Nesse primeiro volume, somos apresentados a Itto Ogami e seu filho Daigoro e o mangá já começa em ritmo acelerado e sangrento, com o Lobo Solitário executando uma de suas missões – e em poucas páginas podemos ver toda a astúcia, selvageria, estratégia e velocidade que tornaram o ronin uma lenda temida em todo o Japão.

O volume é dividido em nove capítulos e num deles ficamos sabendo das motivações que levaram Itto a seguir o meifumadou.

Mesmo que você não tenha afinidade com mangás, mas gosta de uma boa história contada com o auxílio luxuoso de uma arte dinâmica, cinematográfica e graficamente impactante, Lobo Solitário é O quadrinho!!! Recomendadíssimo!

Nota:

5 canecas de café preto como nanquim!!!

Continuar lendo
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Deixe seu comentário!
Publicidade

Artigos mais vistos

Publicidade
To Top