O apanhador no campo de centeio de Salinger

Livros e HQ

O apanhador no campo de centeio de Salinger

Jerome David Salinger é um dos maiores mistérios da história recente da literatura, como autor e como figura pública. Em 1951, seu romance fez uma revolução na juventude americana e gerou certas peculiaridades. Os fãs de John Lennon devem saber quem é esta figurinha, afinal quando o assassino Mark Chapman foi pego (sim, o que matou o meu ‘Beatles’ preferido), declarou que seu ato poderia ser explicado com base no livro de Salinger: O apanhador no campo de centeio (além de ele ter levado o livro para Lennon "autografar" pouco antes do tiro).

O Apanhador no campo de centeio (um dos melhores títulos da minha lista pessoal) narra sobre um final de semana na vida de Holden Caulfield, 17 anos, vindo de uma família abastada de Nova York e um tanto "rebelde sem causa" no primeiro momento. Holden estudava num daqueles colégios pomposos para rapazes (internato), mas voltou mais cedo para casa, no inverno, devido as suas notas vermelhas. E naquela velha linha tênue do tempo, onde nos lembramos de cada coisa que deixamos de fazer ou no caso, de estudar, Holden vai refletindo sobre tudo o que viveu (muito pouco, por sinal), tentando encontrar alguma diretriz. Antes do confronte com os pais, ele procura as três pessoas mais importantes da sua vida: Um professor, uma antiga namorada e sua irmãzinha.

"Eu só tinha uns treze anos, e meus pais resolveram que eu precisava ser psicanalisado e tudo, porque quebrei todas as janelas da garagem. Mas realmente acho que eles tinham razão. Dormi na garagem na noite em que ele morreu e quebrei a droga dos vidros todos com a mão, sei lá por que. Tentei até arrebentar os vidros da camioneta que nós tínhamos naquele verão, mas a essa altura minha mão já estava quebrada e tudo, e não consegui. Reconheço que foi o tipo da coisa estúpida de se fazer, mas eu nem sabia direito o que estava fazendo, e vocês não conheciam o Allie. "

O romance não é um livro para adultos entenderem o que se passa na mente dos adolescentes ou um daqueles "recomendado para leitura didática". Foi à primeira vez na literatura americana que os jovens foram expostos de modo natural, sem pretensão. A história é bem simples, mas tem essa pitada a mais. Na verdade, ouso dizer que as melhores histórias são as simples, aqueles que podemos pensar em um resuminho, entretanto que oferecem um modo para refletirmos, irmos além do proposto, pois é preciso embarcar de verdade num mundo para conhecê-lo com todas as formas.

O anti-herói torna tudo bem mais divertido (O que é? Wolverine, por exemplo) e Salinger uso e abusa deste personagem com todos os seus defeitos. Quando Caulfield percebe que seu professor possuía uma afetividade que ultrapassava e muito a relação professor-aluno, vemos um desbravamento; assim como com sua irmã:

“Fico imaginando uma porção de garotinhos brincando no campo de centeio. Milhares de garotinhos e ninguém por perto. Eu fico na beirada de um precipício maluco. Sabe o quê eu tenho que fazer? Tenho que agarrar todo mundo que vai cair no abismo.”

Em 1965, depois de vender 15 milhões de cópias, Salinger parou de escrever e nunca mais publicou nada, isolando-se em uma casa no topo de uma montanha, em uma cidade de mil habitantes. Algumas curiosidades acerca da obra:

-Um dos clássicos do grupo Green Day é "Who wrote Holden Caulfield?" (do disco "Kerplunk", 1992), inspirado no personagem central da obra de Salinger;

– A Disney tem um projeto de produzir uma versão animada de O Apanhador com um pastor alemão como Holden Caulfield (espero que não ocorra!);

-A letra de In Hiding, do Pearl Jam, fala sobre tentar achar a casa de Salinger;

-Em uma referência a Chapman, o filme Teoria da Conspiração traz Mel Gibson no papel de um lunático que compra todas as cópias de O Apanhador que consegue encontrar, sem nunca ter lido o livro.

Continuar lendo
Publicidade

Tem a mesma profissão de Clark Kent, mas sonha em ser Bruce Wayne. Espera até hoje o final de Caverna do Dragão, sua convocação para Hogwarts e ser chamada para lutar na Terra Média!

Comments

Mais em Livros e HQ

To Top