Os cinco melhores vilões do Batman

Livros e HQ

Os cinco melhores vilões do Batman

Super-herói que se preza tem que ter uma galeria de vilões marcantes – afinal, o tamanho do vilão determina o tamanho do herói e sem um inimigo à altura um super-herói é só um cara usando uma roupa colante colorida.

Na DC Comics, o Morcego ganha disparado em termos de periculosidade de seus inimigos, quase todos loucos de pedra, por mais inocentes que alguns pareçam – como o Chapeleiro Louco, por exemplo. A lista é imensa, mas vamos falar daqueles que são casca de ferida, aqueles que fazem o morcego tirar leite de pedra para conseguir derrotá-los! Ergam seus bat-escudos!!!

 

Coringa

Coringa

O Maior! The Best! O Palhaço do Crime! Ele é o oposto do Batman. Eles se complementam, um não pode viver sem o outro e estão condenados a viver essa batalha para sempre. Os confrontos entre os dois nos quadrinhos são épicos e lembro apenas um só pra confirmar essa simbiose: na HQ O Advogado do Diabo, o Coringa é acusado de um crime e condenado à morte. Só que, desta vez, ele é inocente. Aí o Batman, com seu senso de justiça, empreende uma corrida contra o tempo para impedir sua execução. Resultado? O Coringa é inocentado. Doentio, né?

 

Crocodilo

Crocodilo vs Batman

Waylon Jones é um criminoso de Gotham que tem uma doença que deixa sua pele com a aparência e resistência de um réptil. Conhecido no submundo como Crocodilo, o cabra sempre dá trabalho ao Batman quando aparece, já que é gigante, muito forte e, às vezes, demonstra uma selvageria que o assemelha ao animal que lhe empresta o nome. Para vencer o monstro, normalmente o Morcego apela para algum recurso como arma de choque, explosivo ou derrubar paredes em cima dele. Pense num cara grosso!

Melhor confronto: O Crocodilo está vivendo nos pântanos de Gotham, protegido pelo Monstro do Pântano. Lá, ele é livre para exercer sua selvageria. No entanto, o obcecado e doentio Batman vai buscar o bandido para que ele responda por um crime cometido na cidade. Nem precisa dizer que o morcego leva um cacete daqueles – e bem merecido. Essa é uma daquelas histórias onde você fica com raiva do Batman, sério.

 

Ra’s Al’Ghul

Ra’s Al’GhulEsse é o inimigo mais estiloso do Morcego. Seu nome em árabe significa Cabeça de Demônio. Ele descobriu a identidade do Bátema e o admira muito. Já tentou cooptar o morcego para seu plano, que é simples: destruir a civilização judaico-cristã-ocidental e reerguer uma nova sociedade sob seu comando e assim criar um mundo justo e igualitário – para ele, a sociedade atual está podre. Graças ao Poço de Lázaro, Ra’s é praticamente imortal. Em alguns momentos, Batman já lutou ao seu lado por uma causa comum, como na graphic O Filho do Demônio – é nessa HQ que Batman e Tália, filha do vilão, têm uma noite de amor (o resultado é Damian, o atual Robin).

 

Bane

Bane

Simplesmente o cara que quebrou a coluna do Batéma na saga A Queda do Morcego. Bane cresceu dentro de uma prisão, onde foi colocado para pagar os crimes do seu pai. Nesse meio tempo, adquiriu força e inteligência e decidiu colocar suas habilidades à prova derrotando o defensor de Gotham. E não é que ele conseguiu? Durante um bom tempo, Bruce Wayne ficou em cima de uma cadeira de rodas enquanto outra pessoa defendia a cidade usando o manto do morcego. Depois que voltou ao normal, Batman cruzou com Bane em várias ocasiões e seus embates sempre são épicos.

 

Senhor Frio

Bane

Victor Fries era um cientista que trabalhava com criogenia. Depois de um acidente, descobriu que seu corpo só consegue sobreviver em temperaturas abaixo de zero. Para isso, desenvolveu um traje. É um personagem trágico, pois tornou-se um criminoso na tentativa de proteger sua esposa Nora, que tem uma doença rara e vive congelada, enquanto ele tenta descobrir uma cura. Seus planos sempre envolvem a temática do frio. Usa uma perigosa arma congelante, que já deixou o morcego em várias frias (o trocadilho foi inevitável).

Melhor confronto: no longa de animação Batman e Senhor Frio: Subzero, o vilão tá lá na dele, vivendo no Ártico com sua esposa congelada, um filho adotivo e dois ursos polares quando um submarino provoca uma pane no sistema de suporte de vida de Nora. Fries volta à cidade para tentar salvar sua esposa e descobre que ela só poderá viver com um transplante de órgãos. Aí o vilão sequestra logo Bárbara Gordon para roubar seus órgão. Claro que o morcego não ia deixar barato!

Continuar lendo
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Comments

Mais em Livros e HQ

Publicidade

Artigos mais vistos

Publicidade
To Top