Clube da Luta: Autor dá detalhes da continuação nos quadrinhos

Livros e HQ

Clube da Luta: Autor dá detalhes da continuação nos quadrinhos

No ano passado, o autor Chuck Palahniuk anunciou para o mundo que o seu clássico livro, “Clube da Luta”, teria uma continuação nos quadrinhos. Essa publicação seria uma série de dez edições, a ser lançada em maio de 2015, pela Dark House Comics (“Hellboy”, “300”, “Sin City”) e ilustrada por Cameron Stewart, que já teve passagens por Marvel e DC.

Quando anunciada, a notícia trouxe sentimentos controversos à maior parte dos fãs. Enquanto muitos afirmavam que a obra original era uma história fechada, sem tirar nem por, outros confessavam querer saber o que aconteceu depois daquilo tudo Lembrando que a obra literária tem muitas diferenças para a obra cinematográfica, dirigida por David Fincher.

E para a alegria dos saudosos, Palahniuk contou ao “USA Today” alguns detalhes da nova trama. Ela se passará dez anos após os acontecimentos vistos no primeiro livro e alternará entre o passado e o presente. A história traz o narrador em crise no seu casamento com Marla e tendo que cuidar de seu filho, já com 9 anos.

Ele de repente se vê numa crise de meia idade, sentindo-se mal por reprimir seu lado criativo (Durden), como o autor afirma:

A ideia de que você suprime aquele lado selvagem, criativo de você — aquela parte Tyler Durden, (personagem vivido por Brad Pitt no filme de 1999) —, significa que você perde seu melhor? É claro que sua vida está mais estável e segura, mas é melhor?

E essa crise se estende à criação do filho, chamado apenas de Junior, fazendo com que o narrador lembre do próprio pai e sua criação também defasada. Ao falar da obra original, Palahniuk destaca:

Foi uma obra tão voltada contra os pais — tudo que eu tinha de frustração com meu pai combinado com tudo que meus amigos reclamavam dos seus. Agora estou naquela mesma idade (ele tem 52) que meu pai tinha quando eu o esculhambava e quis revisitar a história a partir de outra perspectiva.

E assim como em toda crise, o narrador sem nome (ou seria Jack, como muitos afirmam?), tenta voltar à sua vida antiga, a seu “passado de glórias”, mas nada dá certo.

Ele tenta voltar atrás e recuperar aquilo, mas é um fracasso patético. Ele não é mais aquela pessoa. Além disso, existe tudo o que o clube se tornou em sua ausência e como ele é jogado de volta àquilo.

Fica agora a espera, para descobrirmos qual será o desdobramento dessa história, a continuação de uma das obras mais espetaculares já criadas.

Continuar lendo
Publicidade

Estudante de Jornalismo, baixista, amante de boa música e de bons livros. Nada melhor que ouvir um bom e velho heavy metal oitentista lendo um bom livro de fantasia/suspense.

Deixe seu comentário!

Mais em Livros e HQ

To Top