Resenha: O Senhor dos Anéis – A sociedade do anel

Livros e HQ

Resenha: O Senhor dos Anéis – A sociedade do anel

OH MY PRECIOUS!

Em 1937, nosso mestre J.R.R. Tolkien recebeu a encomenda de continuar a história após o sucesso do Hobbit. Sem ter a mínima idéia de como continuar a história, demorando 12 anos para escrever e tendo um bloqueio criativo – a la Douglas Adams  – de um ano por causa da parte do túmulo de Balin, recebemos uma trilogia (na verdade era um volume que precisou ser divido, afinal, é um pouco grande).

Se você fez a besteira de começar lendo o Senhor dos Anéis , em vez de o Hobbit, porque viu Sir Ian Mckellen e Orlando Bloom com cabelos platinados ou porque assim como eu não conseguiu terminar nenhum livro pelo trauma de não entender (aos 10 anos ) como alguém poderia ter criado um personagem tão chato ( felizmente passageiro) como Tom Bombadil:

"Habita com Fruta d’Ouro a Floresta Velha, e que conversa com as árvores, as entende, e por elas é ouvido e obedecido."

O que é Tom bombadil? Não faço idéia até hoje! Aceite que ele não faz parte da história, é tão passageiro que foi baseado num boneco maltrapilho do filho de Tolkien e que infelizmente você começou pelo livro errado.

lord-rings-swordsPassou da festa dos Hobbits? Passe, passe! Porque aí começaremos a história. Não me levem a mal, ficou lindo no filme, aquela cena de todos comemorando no Condado – o lar dos Hobbits – os 111 anos de Bilbo Bolseiro e também os 33 anos do seu sobrinho-herdeiro Frodo (o nosso guarda-anel), os famosos fogos de artifício de Gandalf, entretando no livro é algo que desejamos que termine. Pós festividades, o nosso pequeno hobbit aventureiro teve um plano de desaparecer no meio de sua festa com a ajuda do mago Gandalf, o cinzento. Ele deixou tudo para seu sobrinho, inclusive o anel que havia encontrado.

A Sombra, que vinha da Terra de Mordor, crescia sobre a Terra-Média devido ao anel e Gandalf ordenou a Frodo, o portador, que partisse para Valfenda (levou meses pra sair do condado!) acompanhado pelos seus três amigos hobbits: Sam, Pippin e Merry. Valfenda é o ponto de partida para a aventura. Aonde conhecemos Elrond, o elfo Legolas, o anão Gimli e o humano Boromir. Ah, a entrada de Aragnor é uma das melhores partes ( sem spoiller aqui ).

"Não devemos nos questionar porque algumas coisas nos acontecem e sim o que podemos fazer com o tempo que nos é dado".

Eu tentei pular as musiquinhas! Aquela cantoria alegre e rimada. O pior é que eu imaginava! Tolkien me lembrou Cornwell ( lembra do resenha de Azincourt? ) porque temos a singela impressão de que o autor não sabe como terminar a obra. Isso é ruim? Eu não sei, com os dois nunca tivemos problemas, a gente brinca e diz que dá uma nota suspense com talento. Nosso linguista – está aí o porque de tantas culturas, línguas, dialetos e mais de 15 mil palavras num capítulo de discurssão sobre o destino do anel – detestava as alegorias feitas com o anel e as constantes perguntas do que ele era no mundo real. Nada, apenas um anel com toda carga maligna que foi imposta para um jovem hobbit carregar para a destruição fervente!

Quem é o personagem? A terra média! Para mim alguns personagem se misturam, se confundem, mas o ambiente não. Outro detalhe, a provável origem dos Nazgûl, uma das melhores partes – Cavaleiros Negros – teria sido baseada num pesadelo recorrente de Tolkien devido ao seu encontro, durante a Primeira Guerra Mundial com a cavalaria alemã.

Nazgûl 2 Nazgûl

"Eles já foram homens. Grandes reis dos homens. Então Sauron, o enganador, lhes deu nove anéis do poder. Cegos pela sua ganância, que os levou sem dúvida, um por um eles cairam na escuridão. Eles são agora os Nazgûl. Espectros do Anel, nem vivos e nem mortos."

Entrar na bíblia dos nerds, realmente me deixou nervosa! No universo, na mitologia criada por Tolkien, pois é épico e surpreendente. A riqueza de detalhes, os personagens, a Terra Média , ao contrário do que muitos acham não tem nada de enfadonho. Aproveitem para desfrutar de um dos melhores livros da literatura moderna!

E aí, ficou empolgado pra ler toda a obra J.R.R. Tolkien?

Então aproveite a promoção que está rolando aqui no Geek Café em comemoração ao nosso primeiro mês de vida!

Iremos sortear os três livros da saga

O Senhor dos Anéis”.

Clique aqui e saiba como participar!

Tem a mesma profissão de Clark Kent, mas sonha em ser Bruce Wayne. Espera até hoje o final de Caverna do Dragão, sua convocação para Hogwarts e ser chamada para lutar na Terra Média!

Deixe seu comentário!

Mais em Livros e HQ

To Top