As influências do universo de Tolkien no mundo do Rock

Música

As influências do universo de Tolkien no mundo do Rock

Muito antes de virar filmes, as obras de J.R.R. Tolkien já inspiravam várias bandas de Rock mundo afora. Led Zeppelin é sempre a primeira banda que me vem à mente quando penso no assunto. Talvez por ser uma das bandas que mais gosto e que conheço há mais tempo do rock psicodélico/progressivo, ou talvez por ter sido onde percebi a primeira referência direta ao universo tolkieniano, na música Ramble On.

Essa música é do álbum Led Zeppelin II (1969), e ainda não encontrei referências de Tolkien anteriores a esta em bandas de rock – parece ser a mais antiga, até que alguém nos traga uma pérola mais anciã. O vocalista do Led, Robert Plant sempre foi um leitor inveterado das histórias de Tolkien, e somado às inspirações místicas de Jimmy Page, o resultado foram muitas letras que falavam de magia, lendas medievais e, claro, Mordor, Gollum e Batalhas intermináveis.

Da música Ramble On destaco o seguinte trecho:

T’was in the darkest depths of Mordor, I met a girl so fair
But Gollum, and the evil one crept up and slipped away with her

 

Mas as influências de Tolkien em músicas de rock, embora remetam a muitas canções do Led (como nas músicas Misty Montain Hop e The Battle of Evermore), vão além e se encontram em bandas como Rush, Genesis e outras bandas de Rock Progressivo – bastante conhecidas pelo uso de referências medievais nas letras e nos arranjos instrumentais.

No segundo álbum do Genesis, Trespass (1970), a música Stagnation faz uma referência indireta a Déagol (o amigo estrangulado por Sméagol) e a resignação de Gollum frente a si mesmo num espelho d’água:

Moon, my long lost friend is smiling from above (…) / And there will still be time for loving my friend (…) / and I will wait forever / beside the silent mirror / and fish for better minnows / amongst the weeds and slimy waters

 

Outras referências ao Senhor dos Aneis estão espalhadas pela música do Rush, Rivendell (Valfenda), gravada no segundo álbum da banda, Fly by Night (1975). Citações da obra de Tolkien também estão na música The Shire (O Condado), do ex-tecladista do Yes, Rick Wakeman. 

Há também uma referência direta da banda Styx, na quinta faixa do álbum Pieces of Eight, intitulada “Senhor dos Aneis”. Além dessas referências, a banda finlandesa Nightwish também traz o universo tolkieniano na música Elvenpath (Caminho dos Elfos).

Outra canção belíssima inspirada em personagens tolkienianos é The Bard’s Song, do Blind Guardian (essa me foi lembrada pelo compadre Murilo Lima).

“No one will ever know our names / But the bard’s songs will remain / Tomorrow will take it away”

 

Dark land under Sauron’s spell… este verso está na canção Senhor dos Aneis, também do Blind Guardian. As referências a Tolkien em músicas de Rock se espalham como os fogos de Gandalf no Condado, e se vocês garimparem direitinho por aí vão ver que até osquestra com nome de Terra Média existe…

Uma outra referência bem interessante que conheci há um tempinho e que estava ansioso pra trazer aqui pro Geek Café é o disco Bilbo, da dupla de Rock Sinfônico sueco, Pär Lindh e Björn Johansson.

Bilbo

O álbum é de 1996 e traz 15 faixas, sendo uma delas dividida em cinco atos. Não deve ser ouvido como uma espécie de “trilha sonora” do filme O Hobbit – Uma Jornada Inesperada, mas as canções fazem muitas referências sonoras medievais que povoam o imaginário da obra de Tolkien.

Bilbo de Pär Lindh e Björn Johansson não é um excepcional disco de Rock Progressivo/Sinfônico, mas escutá-lo certamente vale a pena por quem curte as obras de Tolkien.

Muitas flautas, cítaras, vocais, bandolins e percussões se misturam a guitarras, órgãos, pianos e sintetizadores para criar um universo fantástico inspirado em O Hobbit.

O tracklist do disco é o seguinte:

1.  The Shire
2.  Gandalf the Magician
3.  Song of the Dwarfs
4.  Rivendell
5.  The Dark Cave
6.  Running Towards the Light
7.  Uncomfortable Seats
8.  In Beorn’s Garden and Beorn’s Walk to Carrock
9.  Mirkwood Suite
a.  Mirkwood
b.  In the Palace of the Elven King
c.  Barrel Ride
d.  Laketown Fugue
e.  The Return of the King
10.  Smaug
11.  Roäc’s Tale
12.  The Battle of the Five Armies
13.  Thorin’s Funeral
14.  Afterture
15.  Shire Song

Dessas músicas, destaco duas logo abaixo. Pra quem ficou curioso, aí o Last.fm de Bilbo.

Gandalf the Magician

 

Running towards the light

Continuar lendo
Publicidade

blogueiro, historiador; planejamento digital, coordenação de projetos em mídias sociais; editoração, redação digital e Tricolor do Arruda.

Comments

Mais em Música

To Top