Covers que superaram suas versões originais

Música

Covers que superaram suas versões originais

Continuando nossas conversas sobre “Grandes Covers”, trago aos fidalgos algumas regravações que, de tão boas, ofuscaram suas versões originais. Sei que muitos haverão de discordar, mas em alguns dos casos, o original pode ser até mais famoso, porém, foi no cover aqui mostrado que todo o potencial de cada canção pode ser devidamente aproveitado.

  • Ain’t No Sunshine – John Mayer (Original de Bill Withers)

Bill Withers. Você pode não reconhecer o nome, mas com certeza já deve ter ouvido seu maior sucesso, Ain’t No Sunshine. Não tenho certeza, mas, acho que a conheci através do filme “Um Lugar Chamado Notting Hill e adorei a versão original por sua pegada forte acompanhando a belíssima voz de Whiters. A canção original é muito boa e fez parte da playlist do meu ipod até poucos meses. Muitos artistas já homenagearam o Bill com regravação, até o Michael Jackson fez uma regravação com uma roupagem mais pop quando iniciou sua carreira solo aos 13 anos, porém, foi na versão de John Mayer que Ain’t No Sunshine se tornou magnífica para mim.

 

  • All Along the Watchtower – Jimi Hendrix (Original de Bob Dylan)

 

Sou suspeito de falar sobre a genialidade de Jimi Hendrix, afinal, meu primeiro post sobre grandes covers foi para o deus da guitarra. Há quem prefira All Along the Watchtower com seu cirador e não menos genial Dylan, mas é fato que a canção só tornou-se um hit na voz e na guitarra de Hendrix.

 

  • I Shot the Sheriff – Eric Clapton (Original de Bob Marley)

 

Eis mais um caso em que o original já se mostra quase perfeito, contudo o cover adotou uma nova alma, conseguindo transcender sua grandeza.  A regravação de Clapton foi inclusive apontada como uma das razões para o sucesso internacional de Marley e do reggae – a partir da performance do guitarrista, o mundo começou a prestar atenção no astro jamaicano.

 

  • Twist and Shout – Beatles (Original de Top Notes)

 

A primeira gravação da canção (fraquíssima) foi feita em 1960 pelo grupo The Topnotes. Em 1962, o grupo The Isley Brothers regravou numa versão mais bacanuda, com uma produção mais madura e pela primeira vez Twist and Shout entrou para lista da revista Billboard (entre as 40 mais). No entanto, foi a versão dos Beatles (cover do cover do irmãos Isley), em seu album de estreia (Please Please Me), que fez com que esta canção entrasse de vez para história e se tornasse uma das músicas mais conhecidas de todos os tempos.

 

  • With a little help to my friends – Joe cocker (Original dos Beatles)

Da mesma forma que os Beatles conseguiram transformar substancialmente uma música marromenos dos Top Notes (melhorada pelos Isley Brothers) em uma obra prima, o mesmo aconteceu quando Joe Cocker pôs suas mãos na obra de John Lennon e Paul McCartney, With a little help to my friends. A pesar da versão dos Beatles constar na lista das 500 melhores canções de todos os tempos segundo a revista Rolling Stone’s, não chega aos pés desta interpretação que marcou uma geração durante o festival de Woodstook.

Continuar lendo
Murilo Lima

Criador e editor-chefe do Geek Café. Administrador entusiasta de novas mídias, inovação e mentes fora da caixa.

Comments

Mais em Música

Publicidade

Artigos mais vistos

Publicidade
To Top