Arrow S02E01 – City of Heroes | Crítica

Séries e Tv

Arrow S02E01 – City of Heroes | Crítica

A série Arrow foi uma das grandes surpresas da tv no ano passado. A adaptação do super-herói do Universo DC Arqueiro Verde teve uma primeira temporada irrepreensível e deixou os fãs ansiosos para a sequência.

A nova temporada começa alguns meses depois da tragédia que abalou Starling City: a destruição do Glades, bairro pobre da cidade, que causou a morte de centenas de pessoas. O terremoto foi criado por Malcom Merlyn – a.k.a. Arqueiro Negro – e foi o resultado do misterioso Empreendimento que permeou toda a série.

Como consequência dos acontecimentos, Moira Queen está presa. Thea Queen assumiu a gerência da boate Verdant e recebe a ajuda do seu namorado Roy Harper. O detetive Quentin Lance foi rebaixado a policial e agora patrulha as ruas. Dinah Lance deixou o trabalho voluntário e trabalha para a prefeitura, junto ao promotor público, cuja missão é prender o vigilante. Enquanto isso, Oliver Queen sumiu do mapa, abalado pela culpa.

Todos pensam que ele está na Europa, se recompondo e repensando sua vida até agora. Mas na verdade, Oliver voltou para a ilha na qual passou cinco anos e desenvolveu suas habilidades. Diggle e Felicity aparecem para resgatá-lo com uma bomba: as empresas Queen estão mal e correm o risco de serem adquiridas pela Stellmoor International, que é liderada pela agressiva e determinada Isabel Rochev. Além disso, um grupo de imitadores do Capuz começa a agir na cidade para vingar os moradores do Glades.

Esse é o cenário que encontramos nessa nova temporada. Oliver reluta em vestir novamente o uniforme e atuar como o vigilante Capuz. Ele acha que falhou em sua missão de salvar a cidade e que as mortes também são culpa dele. No entanto, ele vai descobrir que não é tão fácil assim desistir – principalmente agora que o nome Queen virou alvo de vingativos vigilantes originados no Glades.

geek-arrow-posterO episódio mantém a qualidade da série, alternando os acontecimentos atuais com flashbacks de Oliver na ilha, interligando a temática principal de maneira perfeita. O primeiro capítulo tem o título de “City of Heroes” e deixa claro o foco que a temporada vai ter. A destruição do Glades teve um profundo impacto na maneira como Oliver Queen enxerga a atuação de alguém que pretende salvar uma cidade; na verdade, acho que vamos ver, em detalhes, a jornada do personagem para se tornar um herói de verdade – e é aí que o Capuz vai se tornar o Arqueiro Verde que conhecemos, mesmo que ele não use este nome explicitamente no seriado: o que importa é o conceito!

E a Warner/DC desistiram, definitivamente, de manter o seriado dentro da linha “realista” e uma das principais novidades desse novo direcionamento é a participação de um certo velocista de uniforme vermelho já no sexto episódio da temporada. Algo me diz que vai ser épico! E algo também me diz que o causador dessa mudança tem um nome: SHIELD!

E, claro, pelo “heroes” do título, não é só de Oliver Queen que o episódio fala. Não vou entregar spoilers, mas quando vocês assistirem vão saber do que estou falando!!!!

Como dizia aquele repórter na abertura da série: “Oliver Queen is alive!”

Longa vida ao Arqueiro Verde!

Continuar lendo
Publicidade
Bruno Alves

Bruno Alves é professor, rabisca de vez em quando uns desenhos por aí e tem sempre uma música tocando em off na cabeça, mesmo quando não está usando headphones. E sim, ele gosta dos Titãs.

Comments

Mais em Séries e Tv

To Top