Internet,Tecnologia e a Revolução da Comunicação

Tecnologia

Internet,Tecnologia e a Revolução da Comunicação

Jornalismo ontem e hojePerdoem-me antecipadamente pela mensagem que será exposta ao final deste artigo. Antigamente, bem antigamente, as pessoas usavam-se de cartas para se comunicarem uma com as outras. Uma mensagem demorava dias, semanas e até meses para chegar. E o pior: alguns remetentes/recipientes nem chegariam a receber a correspondência (ou pela perda da carta ou por que morreram antes mesmo). Isso tornava a imprensa extremamente lenta.

Com o surgimento do telefone e do telégrafo, esse tempo começou a encurtar de forma extrema. As pessoas já podiam se comunicar de forma quase instantânea. E em quase qualquer local. Era preciso ter apenas um telefone (fixo) e um outro aparelho. Os dois se comunicavam pela sala de estar, por exemplo. Com o surgimento do telefone sem fio e do celular, as pessoas passaram a se comunicar em quase todos os locais: sala de estar, quarto, banheiro, elevador (se não for TIM, geralmente pega), garagem, dirigindo o carro e na fila do hospital (por ter batido o carro enquanto falava ao telefone).

A internet e os smartphones chegaram para revolucionar totalmente a forma de comunicação. Tornando a imprensa acessível para meros mortais. Eu, por exemplo. E vocês caros leitores, que interagem diretamente com o jornal ou o blog (através dos comentários, que sempre são lidos, mesmos quando me xingam até a morte), também fazem parte dessa revolução da comunicação.

hipsterPessoas na rua escrevem sobre acontecimentos que antes demorariam horas para serem noticiados. Acidentes, previsão do tempo, eventos, lançamentos e muitos outros acontecimentos passam a ser noticiados em tempo real por pessoas comuns. Basta ter uma internet de boa qualidade (desconsiderem Claro e TIM dessa lista), um smartphone e escrever corretamente para passar a mensagem sem dúvidas por ambas as partes. E, pronto, você tem um “jornalista” (jornalistas formados, não me matem, mas no momento em que a comunicação se torna acessível para todos, não tenho como definir essas pessoas como outra coisa, se não, jornalistas).

Criamos os formadores de opinião, que são menos importantes que os gurus (ainda me torno um), mas que ainda assim conseguem formar e, por que não, influenciar a opinião das pessoas. Blogs de Moda, como Garotas Estúpidas, Blogs de Tecnologia, como o Geek Café. Todos nós somos formadores de opinião.

Obviamente que nesse mundo interativo, perder a concentração é algo bem simples. Por isso, muitas vezes busco locais calmos para escrever. Seja no conforto do ar-condicionado na minha cara, por conta do calor, em meu quarto. Seja em um espaço de coworking ou em uma cafeteria.

Mas o melhor local para se criar coisas, se ter idéias, revolucionar o mundo, formar uma empresa, relaxar e escrever textos bem interessantes não foi definido acima. Foi nesse local que eu recebi várias notícias boas, foi aqui que recebi o convite para participar de um evento em Austin no Texas, foi aqui que o Murilo me convidou para escrever no Geek Café (desculpa Murilo, foi inevitável). E como dizia meu antigo chefe, cujo nome será preservado: Não há lugar melhor para trabalhar. E esse local é no banheiro. Por sinal, no mesmo local em que este artigo é escrito no exato momento.

Obviamente acabo de destruir o artigo acima, as quase 500 palavras que escrevi, por citar que estou escrevendo este artigo no banheiro. Mas… em uma casa em que não há paz, em que as pessoas vivem lhe importunando (eu não tenho filhos, nem esposa, nem mulher, mas imagine sua vida assim, querendo escrever um belo de um artigo). A cozinha é um local público, a sala idem, até mesmo o escritório (se você tiver $orte) também pode ser “atração” para pessoas entrarem sem bater na porta. Agora… no banheiro, ninguém entra. Esse artigo provavelmente receberá um prêmio da PIOR intenção de tornar um assunto interessante, do mundo, mas eu pelo menos quis deixar minha opinião sobre isso.

Continuar lendo
Publicidade

Meu nome é Yeltsin Lima, sou blogueiro de tecnologia, estudante de publicidade e atualmente (por enquanto) moro em Recife/PE.

Comments

Mais em Tecnologia

To Top